pneumática

O termo pneumática provem da expressão dos antigos gregos “PNEUMA “que significa fôlego, vento e filosoficamente alma. É também o estudo da conservação da energia pneumática em energia mecânica, através dos respetivos elementos de trabalho. Na prática podemos dizer que a pneumática é uma técnica em que o ar comprimido é empregado como principal elemento de trabalho.

Embora a base da pneumática seja um dos mais velhos conhecimentos da humanidade, foi preciso aguardar o século XIX para que o estudo do seu comportamento e propriedades se tornasse sistemático. Porém, pode-se dizer que somente após o ano de 1950 é que ela foi realmente introduzida no meio industrial.

Hoje, o ar comprimido tornou-se indispensável, e nos mais diferentes ramos industriais instalam-se equipamentos pneumáticos.

vantagens:

Incremento da produção com investimento relativamente pequeno;

Não é poluente;

O ar a ser comprimido encontra-se em quantidades ilimitadas;

É facilmente transportável por tubulações e pode ser armazenado em reservatórios;

É insensível ás oscilações de temperatura;

Não existe perigo de explosão ou incendio;

Componentes pneumáticos são de simples construção e fácil manutenção;

Resistência a ambientes hostis;

Permite alcançar altas velocidades de trabalho, sendo reguláveis sem escala;